Casa Estas são As Crônicas Brazilianas

Estas são As Crônicas Brazilianas

Capítulo I: Resultado inesperado

Ano: 2040, ruínas da antiga central de energia nuclear de Fukushima, agora Consortium for Space Research and Deep Weather (CSRD) Consórcio para Pesquisas do Espaço Tempo Profundo, Japão.

Desde a descoberta das ondas gravitacionais, vários laboratórios pelo mundo têm feito pesquisas cada vez mais aprofundadas, depois de um tempo se buscou teorias que permitissem de alguma forma, atravessar o espaço-tempo. O primeiro objetivo seria de aumentar a velocidade das comunicações com as sondas que exploram o sistema solar, em teoria o domínio da dobra espacial (nome que acabou sendo dado a qualquer distorção intencional do espaço), permitiria trocas de mensagens instantâneas ou em uma fração do tempo com sondas espaciais a muitos milhões ou bilhões de kms da Terra.

A nova corrida especial liderada por empresas privadas se por um lado permitiu a realização do sonho da humanidade ver bases na Lua e também as primeiras em Marte por outro criou uma acirrada competição entre empresas e governos que disputam entre si a supremacia no cosmos. Assim muitas pesquisas aprofundadas que antes seriam compartilhadas pelo bem e progresso da ciência e humanidade passaram a serem tratadas como um trunfo valioso, algo cujo domínio poderia render milhões ou bilhões de dólares.

Foi então que, um consórcio formado pelos governos japonês e americano foi criado para pesquisar está nova possibilidade cientifica. O local escolhido vítima de um acidente nuclear nos anos de 2010 que ainda gerava temor parecia perfeito.

Assim uma equipe descontaminou a área onde se ergueria a base, mas para evitar intrusos, tomou-se cuidado para não fazer o mesmo nas cercanias. De qualquer forma Fukushima era área restrita.

Estando tudo preparado e pronto no dia em questão 31 de outubro de 2040 se realizou o primeiro experimento: Basicamente a idéia seria disparar uma seqüência determinada de prótons na direção de Marte, estas partículas deveriam ser recebidas e lidas pela sonda orbital Mars Sentinel que então mandaria uma mensagem de volta confirmando o recebimento deste feixe de partículas. Dias antes a partir da Terra foi enviado um programa para a Sonda ensinando ela a detectar e ler as partículas a serem recebidas além de instruções que deveriam ser tomadas pela inteligência artificial da nave.

A partir dos cálculos entre o tempo da emissão das partículas até o recebimento da mensagem da sonda se analisaria a possibilidade de ter utilizado um buraco de minhoca ou dobra espacial, bastasse apenas que o tempo de envio e recebimento da mensagem fosse inferior ao que seria esperado na velocidade da luz.

Tudo parecia pronto para este teste, os cientistas preparam seus equipamentos apontando o emissor para marte, os computadores fizeram todos os cálculos e ajustes necessários e uma seqüência em código binário de prótons estava prestes a ser mandada para o planeta vermelho……..

6º dia do segundo mês do ano 817 da sétima era. Montes Aztlantartus.

Mais um dia tedioso para a duocoteseo Kuria Efcha, deusa da loucura, prazer e inspiração, fazia muitos anos desde que ela tinha se encontrado com aquele mago que após receber sua inspiração descobriu textos antigos e conseguiu desenvolver uma pesquisa que iria quebrar a realidade. O mago então reuniu seus estudos e como agradecimento e oferenda entregou a deusa.

Agora o mago deixou este mundo e o tédio persistia e se ela pegasse estes estudos e conseguisse fazer algo no mínimo divertido? No meio de todo material que a deusa leu (para aplacar o tédio) havia uma espécie de encantamento.

Ei delou vulti it nodinato

(Se quer ver o impossível)

It pragma símia me sarti

(A realidade moldada como papel)

Ei zéro more verbi

(Se conhece minhas palavras)

Dan redo naka esi

(Então isso fará)

Igtad epolis

(Densidade absoluta)

Dezo epolis

(Vazio absoluto)

Óla i eni tune

(Tudo de uma vez)

Me it rigue i eni divinate

(Com a substância de uma divindade)

Ories eti seftar ti nodinato kou

(Direcione e pense no impossível)

Estran it plano me sas re kébus

(Torça o espaço com suas mãos)

Ories it opio non esi zéro

(Direcione a onde nem tu conheça)

Temos miriade

(Calor infinito)

Indus dinamo do non ei vulti eti non ei nóteo

(Energia poderosa que não se ver e não se sente)

Ecubi óla eti lingrino sas re kébus ti dezo kou

(Concentre tudo e enfie suas mãos no vazio)

31 de outubro de 2039, Fukushima, Japão.

O supervisor do experimento anunciou:

—Gentlemans, last checked on the equipment: particle emitter loaded and pointed ok, gravitational wave meters ok, sealed camera and starting the air removal process, all set!

(Cavaleiros, última conferida nos equipamentos: emissor de partículas carregado e apontado ok, medidores de ondas gravitacionais ok, câmera selada e iniciando o processo de retirada do ar, tudo pronto!)

Não deveria ter havido nenhum som ou zumbido, mas houve, não foi apenas um zumbido, mas um tremor. O experimento mal havia iniciado e a área em torno daquele local foi atingida por um forte terremoto e para os cientistas só importavam se salvarem. 

Dois cientistas que demoraram a sair, um americano e um japonês, demoraram a acreditar no que viram. Uma espécie de tornado ou um buraco negro, o que se viu foi um vórtice devorando a câmera despressurizada de onde deveria partir o experimento.

Um tranco, uma chacoalhada e o vórtice parecia se estabilizar, pousando caprichosamente nas ruínas do laboratório, de dentro dele objetos saiam e para dentro dele destroços entravam. Então de lá saiu uma mulher.

—(………………………………………………..)

—Am woman!

(Uma mulher!!!!!!!!)

—It is saying something

(Está falando algo, mas não entendo)

—(…………………………….!!!!!!!!)

—Send an urgent message to Tokyo!!!!!

(Mandem uma mensagem urgente para Tóquio!!!!!!!!!)

(????) Arghhhhhhhhhhhhhhhhhh

—(………………………………………………..?) Kuria segurou um dos cientistas e ergueu pelo pescoço.

A Deusa tinha atravessado o portal que ela mesma abriu, curiosa andava com arrogância com aquele ar de quem sabe quem realmente é como. Ela estava elegante, tinha cabelos prateados acinzentados compridos tecido longo, leve e fino, alta tinha quase 2 metros poderia ser a mulher mais bela do mundo, mesmo descalça caminhando em meio ao entulho seus pés se mantinham limpos e intactos.

Ela viu aqueles homens uniformizados alguns feridos, mas todos assustados, não entendia o que eles diziam acreditava que não conseguia falar perante o choque ao presenciar tamanha grandiosidade.

—Non deimo!!!!!! Ego ei Kuria Efcha ena itore docuoteseos besmir-vern i epnis i bonigusti eti i lunais komi re todo re do vuncher it mo etifia.

(Não temam!!!!!! Sou Kuria Efcha uma das docuoteseos, protetora da inspiração do prazer e da loucura, venham àqueles que desejam a minha felicidade.) 

Os cientistas continuavam gritando.

—Do losis poá aliedo ria mo nocio kod kuo re non mo cultum?

(Que lugar estranho, já me anunciei porque eles não me veneram?)

Um cientista berrou…….

—Al do flagelo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

(Mas que ultraje!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) Kuria segurou um pelo pescoço:

—Me tolmo-so escrea mo nonvulti eti pia parais non mo cultum!!!!! Esere nóbis ti adiro kou i enia tea.

(Como ousam gritar, me ignorar e mais absurdo não me venerar!!!! Estão na presença de uma deusa!!!!!!!!!!!!!!!)

Espere ela pensou, e se for outro país e eles não sabem falar minha língua? Será que entendem mesogeu? Enquanto pensava admirava a construção (ou o que sobrou dela) que a cercava, nem parou para pensar que como deusa da inspiração conseguiria facilmente fazer ser entendida e entender o que aqueles homens falavam. E o infeliz que foi agarrado por ela? Desmaiado a deusa não pensou e apenas soltou o coitado que só acordou uma semana depois.

Gabinete do Primeiro Ministro, Tóquio, momentos depois.

—緊急 伝言 に 首相!
Kinkyū dengon ni shusho!
 

(Mensagem urgente para o primeiro ministro!!!!!)

Assim chegou um assessor com um envelope recebido da inteligência

Porém uma secretaria afirmou que o primeiro ministro Shinzo Oda tinha sido convidado pelo imperador Nahurito para um almoço no palácio imperial. O assessor um oficial da marinha das JSDF explicou a urgência da situação e conseguiu um carro do governo e autorização para que pudesse se levado ao palácio imperial.

PALÁCIO IMPERIAL OU VILA IMPERIAL

Chegando lá o assessor foi levado para um salão do palácio e chegando saudou:

—天皇 陛下!! 氏 首相 持持ってきます
 緊急 伝言 到来 福島から
Tenno Heika!! Shi Susho!! Motte kimasu kinkyu dengo torai Fukushima kara.

(Tenno Heika!! Sr Premier!! Trago uma mensagem urgente vinda de Fukushima)

—こんにちは若い男ようこそ
 
Kon'nichiwa wakai otoko yokoso.

(Olá meu jovem seja bem vindo.) Disse o imperador

—万 歳!!!! 天皇 陛下 万 歳!!!!

(Banzai!!!! Tenno Heika Banzai!!!!) Gritou o assessor um jovem oficial que nunca tinha visto o imperador pessoalmente e por isso não conseguia conter a emoção.

落ち着く楽しんでください毎日ではありません着信 皇居で
Ochitsuku tanoshinde kudasai mainichide wa arimasen chakusin kōkyo de.
 

(Se acalme e aproveite, não é todo dia que se entra no palácio imperial.) Disse o premier.

—利用すらしないおいしい食事
Riyō sura shinai oishī shokuji.
 

(E nem se aproveita uma boa refeição) exclamou simpaticamente o imperador.

O primeiro ministro para não perder o humor disse:

—天皇陛下 病気になる後この昼食 疑わしい 何
有権者 私を許します おそらく私の選挙 無くなった
Tenno heika byōkininaru ato kono chūshoku, utagawashī nani yūkensha watashi o yurushimasu, osoraku watashi no senkyo nakunatta
 

(Se vossa majestade passasse mal após este almoço, duvido que os eleitores me perdoariam, talvez minha eleição estivesse perdida “risos”).

—良い 様子を見よう 何がもたらしたのか 緊急にこの男 毎日ではありません その 天皇陛下日本人 参加する会議の またはレシートそのような重要なニュースの とても光栄です
Yoi yōsu o miyou nani ga motarashita no ka kinkyū ni kono otoko, mainichide wa arimasen sono Tenno Heika nihonjin sanka suru kaigo no matawa reshīto sono yōna jūyōna nyūsu no, totemo kōeidesu.

(Bom vamos ver o que trouxe com urgência este rapaz, não é todo dia que o imperador japonês participa de uma reunião ou de o recebimento de uma notícia tão importante, me sinto extremamente honrado.) Disse ainda bem humorado o imperador.

-欲しくない 失う人気のサポート 何に行く天皇陛下 好きではない 見るより
Hoshikunai ushinau ninki no sapōto, nani ni iku Tenno heika sukide wanai miru yori.
 

(Não queremos perder apoio popular, vai que vossa majestade não goste do que ver…”risos”) Respondeu o premier.

—天皇陛下 首相ここに伝言

Tenno Heika, Susho, koko ni dengon!!!!!!

(Vossa majestade, Sr Premier, aqui a mensagem!!!!)

—首相 私に読むことができた
Susho watashi ni yomu koto ga dekita?

(Sr Premier poderia ler para mim?)

—はい 天皇陛下

Hai Tenno Heika.

(Sim Tenno Heika.)


緊急 伝言

サブアトミック粒子を用いた実験 突然中断されました.
旧工場の研究所を破壊した強力な爆発とヴォルティスの開放.
渦 を介した女性のレポート.
古いギリシャの写真のような服-ロマンの神々.
高くて若い. 
半透明のファブリック.
シルバーロングヘア.
非常に強く同意し、無意識のまま 一つ出席とても簡単に.
奇妙な言語を話す. キュリアスで傲慢なルック.
渦はまだ開いています
まるでトンネルのように、背景に光があるように見えます.
私たちの安定した  人がオブジェクトを投げ、彼は入ったときにダメージを与えていません.
不安定なエアチェーンの出入り.
JSDFをリクエストします.
未知の女性のパーカー.
繰り返します.
ハイスリムロングシルバーヘアシルバーセミトランスペアレントファブリックは、日本語でも英語でも、傲慢で非常に強いものではありません.
注意が必要です
 
 
 
Kinkyū messēji
 
A genshi ryūshi o tsukatta jikken wa totsuzen chūshi sa remashita. Katsute no kōjō kenkyūjo to vu~orutisu no hossoku o hakai shita kyōryokuna bakuhatsu. Jettobasu o kaishita josei no akaunto. Shashin ni nita kodaigirisha no fuku - romansu no kamigami. Se ga takakute wakai. Han tōmei no kiji. Nagai gin no kami. Watashi wa kanzen ni dōi shi, sore o shiranakute mo, totemo kantan ni mite imasu. Kimyōna gengo o hanashimasu. Kōkishin ōseide gōman'na hyōjō. Uzu wa mada aiteimasu bakku raito-tsuki ton'neru no yō ni miemasu. Antei shita nōdo no 1tsu wa obujekuto o surō shi, nyūryoku shite mo gai wa arimasen. Fuanteina kiryū no iriguchi to deguchi. JSDF o rikuesuto shimasu. Michi no josei no sū~ettoshatsu. Kurikaeshimasu. Nagai gin no kami no tame no takakute usui gin no han tōmei no kiji wa, nihongo ya eigode wa taegatakunaku, tsuyo sugimasen. Chūi suru hitsuyō ga arimasu

(MENSAGEM URGENTE

EXPERIMENTO COM PARTÍCULAS SUBATÔMICAS SUBITAMENTE FOI INTERROMPIDO.

FORTE EXPLOSÃO E ABERTURA DE UM VÓRTICE QUE DESTRUIU LABORATÓRIO NA ANTIGA USINA.

RELATOS DE UMA MULHER ATRAVESSANDO O VÓRTICE.

TRAJES SEMELHANTES AOS RETRATADOS PELOS ANTIGOS DEUSES GRECO-ROMANOS.

 ALTA E JOVEM. TECIDO SEMITRANSPARENTE. CABELOS COMPRIDOS PRATEADOS.

MUITO FORTE AGREDIU E DEIXOU INCONSCIENTE UM DOS PRESENTES COM MUITA FACILIDADE.

FALA UMA LÍNGUA ESTRANHA. OLHAR CURIOSO E ARROGANTE.

VÓRTICE CONTINUA ABERTO.

PARECE QUE HÁ UMA LUZ NO FUNDO COMO SE FOSSE UM TÚNEL.

ESTÁVEL UM DE NÓS JOGOU UM OBJETO E ELE NÃO SOFREU DANO AO ENTRAR.

CORRENTE DE AR INSTÁVEL ENTRANDO E SAINDO.

SOLICITAMOS AS FORÇAS DE AUTO DEFESA.

PARADEIRO DA MULHER DESCONHECIDO.

REPITO, ALTA MAGRA CABELOS LONGOS PRATEADOS TECIDO SEMITRANSPARENTE ACINZENTADO, NÃO FALA NEM JAPONÊS NEM INGLÊS, ARROGANTE E MUITO FORTE.

DEVE-SE TOMAR CUIDADO.)

そして、彼が皇帝と一緒に昼食をとるように呼ばれたという事実は、この日をすでにユニークで思い出深いものにしていると思います... 
皇帝を国会の討論に招待するプロジェクトに投票する時が来たと思います
—Soshite, kare ga kōtei to issho ni chūshoku o toru yō ni yoba reta to iu jijitsu wa, kono Ni~Tsu o sudeni yunīku de omoidebukai mono ni shite iru to omoimasu... Kōtei o kokkai no tōron ni shōtai suru purojekuto ni tōhyō suru toki ga kita to omoimasu.
 

(E eu achando que o fato de ter sido chamado para almoçar com o imperador já tornaria este dia único e memorável…Acho que está na hora de colocar em votação aquele projeto que convida o imperador a participar dos debates na Dieta…) Resmungou o premier.

—私は招待が大好きです
Watashi wa shōtai ga daisukidesu

(Eu adoraria o convite.) Exclamou o imperador.


あなたが望むときはいつでも行きなさい、誰かがあなたを止めるだろうかと私は疑う、あなたはあなたがあなたの監督を必要とするほど多くの政治を持っている.

—Anata ga nozomu toki wa itsu demo iki nasai, darekaga anata o tomerudarou ka to watashi wa utagau, anata wa anata ga anata no kantoku o hitsuyō to suru hodo ōku no seiji o motte iru.

(Vá quando quiser, duvido se alguém o impediriam, tem tanto político que precisa de sua supervisão…)

あなたのパーティーからだとは思えない 首相

— Anata no pātī karada to wa omoenai Shusho
(Duvido que seja do seu partido Premier...)
 

O premier ficou de repente com um olhar preocupado e resmungou:

私は、事件が今起こった科学的プロジェクトをアメリカ人と一緒に行うことに賛成した人々の名前を持っています... 今、アメリカ人は私たちの足から降りるつもりはありません、もちろんワシントンはこれをすべて知っています.
 
米国、ブラジル、ロシア、中国、非常に多くの政府や国が私たちの足元に立つでしょう。さようなら冬の旅.
 
Watashi wa, jiken ga ima okotta kagaku-teki purojekuto o amerikahito to issho ni okonau koto ni sansei shita hitobito no namae o motte imasu... Ima, amerikahito wa watashitachi no ashi kara oriru tsumori wa arimasen, mochiron Washinton wa kore o subete shitte imasu.
 
Beikoku, Burajiru, Roshia, Chūgoku, hijō ni ōku no seifu ya kuni ga watashitachi no ashimoto ni tatsudeshou. Sayōnara fuyunotabi.
(Tenho os nomes dos que votaram a favor de fazer junto com os americanos aquele projeto científico onde ocorreu o incidente de agora... Agora os americanos não sairão do nosso pé, claro que Washington está sabendo disso tudo.

EUA, Brazil, Rússia, China, tantos governos e nações ficarão no nosso pé. Adeus viagem de inverno.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

2 comentários