Escura?

Logan

Todos os capítulos estão em Logan
  1. Otako
  2. Logan
  3. Logan
A+ A-

A última missão parte: 3.1

No elevador que estávamos usando para subir para o próximo andar ,estava eu, Drake, Douglas e Luan. Eu e Douglas não parávamos de olhar para Luan, que estava em silêncio, de cabeça baixa, mas o motivo o quão olhávamos para ele era o seu visual, sua roupa está vermelho de tanto sangue, não o seu sangue mas o de seus inimigos, os terroristas que ele enfrentou.

Enquanto o elevador sobe até chegar em seu destino,o sargento fala conosco.

– Se preparam,pois quando esse porta abri,setaram no último andar ou seja terá muitos terroristas e os reféns setaram ali, tomem cuidado.

– Entendido senhor.

O elevador mau abre suas portas e tentamos ir para cima do inimigos,mas temos que recuar e ficar no elevador pois os inimigos, estamos usando escudos para se protegerem de nós.

– Logan, você ainda tem granada de fumaça?

– Sim.

– Me dê ela e obrigado por me salvar.

Dei um sorriso e lhe entreguei a granada.

– Está pronto Luan?

– Sim.

– Ok.

Drake joga a granada de fumaça na frente dos inimigos, Luan aproveita que eles não o conseguem o ver, e vai com tudo para cima deles, ele pula por cima de seus escudos e ainda derruba um deles com um joelhada, rapidamente ele puxa sua pistola e dispara na cabeça de um dos terroristas que via em sua direção. E com a outra mão ele pega sua faca de combate e usa ela para matar o terrorista que ele derrubou no chão com sua joelhada.

– Tudo limpo podem vir.

– Ok.

Saímos do elevador e fomos até o Luan.

Logo o sargento, Brenda se juntam conosco, vamos então até a último quarto, um quarto que fica no final do corredor, provavelmente um quarto vipe.

– Sargento.

– Drake.

Ao invadirmos a sala, onde os reféns estão sendo mantidos, nos deparamos com três terroristas usando os reféns como escudo humano.

O sargento da a ordem para Brenda, que já entende o que tem que fazer com apenas uma palavra dele.

– Brenda.

– Entendido.

Ela dispara uma granada de flash que cega os terroristas e os reféns temporariamente. Luan aproveita a situação e arremessa uma faca na cabeça de um dos terroristas o matando na hora.Os outros dois terroristas que ainda restavam são eliminados por Douglas e o sargento.

Após eliminarmos os inimigos e libertamos os reféns, o sargento passa a mensagem pelo rádio ao sargento Smith.

– A operação foi concluído, os reféns estão salvos, estamos retirando-os do prédio.- Entendido sargento.

Retiramos os reféns do prédio, e os levamos para o caminhão do esquadrão do sargento Lee.Após completarmos a missão, entramos no carro e voltamos o a para a base, mas no caminho de volta, vemos os caças que passaram por nós sendo explodidos.

Eu estava assuntado,não só eu como todos do esquadrão, como não estarmos, caças sendo explodidos no ar.

O sargento assustado com o ocorrido perguntar ao sargento Smith.

– O que foi isso? O que está acontecendo?

– A situação está sobre controle, não é nada com que se preocupar sargento, agora traga os reféns.

Voltamos para a base, o sargento Thompson vai até onde o sargento Smith está comandando a operação. falar com ele sobre o acontecimento.

Ele entra irritado na sala.

– Que porra foi aquela, meu esquadrão poderia ser atacado por aquilo.

– Aquilo é o ” caído “.

– voltaremos para o local e daremos apoio aqueles esquadrões.

– Negativo, vocês pegaram o avião, que já espera vocês e voltaram para a Iw.- Não irei deixar você aqui.

– Isso é uma ordem sargento, dá da pelo general, sargento.

– Sim senhor.

Voltamos para a Iw, eu e os outros ficamos descansando no nosso dormitório. Já o sargento foi fazer uma visita ao general.

O sargento entra na sala do general irritado, e fala gritando na cara do general.

– Que porra é essa que você fez? Nós enviou para uma missão de rank A, poderíamos ter morrido lá!!!

– Se acalme sargento, vocês completaram a missão e estão ilesos.

– Você nos mandou, dizendo que era uma missão de suporte para uma missão de resgate.- Vocês eram o único esquadrão que eu tinha ta legal.

– Eu não quero saber, isso é contra as regras da Iw. E além disso mais porque não enviou o seu esquadrão preferido.

– Por que eles estão em coma, sargento!!!

– O que??

– Vocês eram o único esquadrão que eu tinha disponível e além do mais aquelas pessoas dependiam de nós.

– Podia ter me dito essa informação antes general.

– Você não iria aceitar a operação.

– Tem razão eu não iria.O sargento sai da sala e deixa o general lá.

87990cookie-checkLogan

Tags: {{chapter_after_readerarea_novel_tags}}, ,

Série Relacionada

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capítulo 27