Escura?

Logan

Todos os capítulos estão em Logan
  1. Otako
  2. Logan
  3. Logan
A+ A-

Inferno
Na manhã seguinte eu acordei assustado, estava tendo mais um pesadelo, como de costume, me vesti mas quando sai do meu quarto ,me deparo Douglas e Brenda desesperados, enquanto tocava uma sirene e o local estava iluminado por uma luz vermelha.

– Pessoal o que está acontecendo??

– Vamos morrer, eu não quero morrer.

– Brenda do que está falando?

– Ela está certa Logan.

– Douglas o que está acontecendo? Alguém me disse alguma coisa?

Eles estavam tão desesperados e assustado, que nem conseguia conversar com eles, então sai do dormitório para falar com o sargento, e descobri o que está acontecendo.

Mas ao sair para o corredor, vejo muitas pessoas desesperadas e gritando, e os sargentos passando de um lado para o outro.

Eu me deparo com o sargento Thompson ,Drake e um outro soldado indo há lugar, vou vai até o sargento.

– Sargento o que está acontecendo?

– Estamos sendo atacados Logan.

– O que?, como assim?

– Não tenho tempo para explicar, preciso que vá até a área 43 e pegue armas no armário, leve para o sargento Rodrigues, ele está no portão.

– Mas sargento…

– Logan vá agora!!

– Sim senhor.

O sargento e os outros seguiram pelo corredor.

Mesmo eu estando com medo, desespero por não saber o que estava acontecendo, segui as ordens do sargento, até porque eu não tinha opção.

Quanto estava me aproximando da área 43, houve uma explosão, fui. arremessado na parede pelo impacto da explosão, me levanto e olho pela janela do local onde estou. e vejo o local onde o sargento Rodrigues está, todo destruído e pegando fogo.

Só fico me perguntando em meio a esse inferno, o que está acontecendo? Quem está nos atacando?

Continuo indo até o local designado, então caminho escuto no rádio, alguém pedindo socorro, onde o sargento foi com Drake e Charlie.

Ao escutar isso fico mais preocupado ainda, o sargento está bem? Preciso pegar essas armas o mais rápido possível e ir salvá-lo.

chego até a área 43 pego uma arma e vou correndo em direção ao sargento. No caminho, passo por o nosso dormitório e o vejo o pegando fogo, fecho os olhos ao ver os corpos de Brenda e Douglas, se abraçando e sendo consumidos pelo fogo.

Mas mesmo assim sigo em frente, mesmo com a dor da perda, não posso parar, tenho que evitar que o sargento morra.

Ao chegar no local onde o sargento está, lugar esse, usando por ele para nós treinai com os exos trajes. O local está todo destruindo e com corpos para todo o lado, nem dava para reconhecer o lugar.

Continuo andando dentro desse lugar, passando por corpos e mais corpos no chão, e a esquerda está o corpo de Drake com suas pernas soterradas por pedaços de concreto e com uma barra de ferro cravada em seu peito.

Ver ele assim me chocou, ele era o cara que sempre fazia tudo, e o encontro nesse estado. Em minha frente surgi uma fumaça, talvez formada pela cinzas do concreto dos destroços da sala, mas saindo dessa fumaça , era sargento, se rastejando sem suas pernas, com um rastro de sangue.

Fico paralisado ao ver ele desse jeito, ao ver essa cena . E no meio da fumaça surgia um ser de olhos dourados que brilhavam com um farol.

Entro em desespero ao ver aquilo, pegou o fuzil em minha mão e começou a atirar naquilo. Mas quando as balas acabaram, aquilo atacando me ataca , com uma velocidade e força tão grande que nem dava para ver como foi o ataque. Apenas fui arremessado para longe, atravessando uma parede e caindo no andar de baixo.

Já no andar de baixo, sangrando, sentindo a dor da queda, mau conseguia ficar de olhos abertos e ainda por cima cai uma parte do concreto da parede, um pedaço da que eu atravessei encima de mim , me fazendo desmaiar na hora.

Acordo em uma cama no hospital, olho para meu corpo, pois senti algo estranho e vejo que estou sem minha mão esquerda.

Um doutor entra no quarto.

– Bom dia soldado.

– Onde eu estou? O que aconteceu? – Você está em um hospital, no Estados Unidos, e houve um ataque na sua base. Você foi um dos primeiros a ser socorrido, então o levaram para cá- Estados Unidos?

– Sim, você está na terra.

-….

Me levanto da cama, mesmo o doutor dizendo para não me levantar, por que ainda estou ferido, mas o ignoro ele e vou até à janela do quarto onde e fica olhando para o céu.

88100cookie-checkLogan

Tags: {{chapter_after_readerarea_novel_tags}}, ,

Série Relacionada

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Capítulo 28